Cuca celebra fim de fama de 'azarado' após título

"Não é azarado, não!". Foi berrando esta frase que boa parte da equipe do Atlético-MG invadiu correndo a sala onde o técnico Cuca dava entrevista coletiva após a inédita conquista do título da Copa Libertadores na madrugada desta quinta-feira (25) para dar um banho de água, gelo e champanhe no treinador, que deixa para trás a fama de azarão.

MARCELO PORTELA, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 08h26

Calmo, o treinador aceitou a brincadeira duas vezes e acredita que o resultado da partida mudou a pecha. "Se hoje (quarta-feira) o Atlético perde nos pênaltis, volta tudo. O time seria azarado, eu seria azarado. Hoje é um time sortudo. E eu também tive sorte. Sorte de ter a família que tenho, o time que tenho e de entrar para a história desse grande clube", ressaltou, com a medalha de ouro pendurada no pescoço.

Aliviado pela vitória no Mineirão, Cuca admitiu a situação difícil que toda a equipe viveu desde a derrota por 2 a 0 para o Olimpia no jogo de ida, na quarta-feira da semana passada. "Inegável que foi uma semana tensa, com uma ansiedade enorme, porque tem um 0 a 2 e a gente não sabe se vai virar em casa ou não. Perder por 1 a 0 é um jogo e por 2 e outro muito, muito diferente", desabafou.

"Trabalhamos essa semana principalmente o emocional. Mas foi um jogo tenso mesmo assim, porque são seres humanos. Queriam fazer o torcedor ganhar uma Libertadores, que nunca haviam ganhado", contou, momentos antes de a coletiva ser interrompida novamente para o terceiro banho no técnico e Cuca deixar a sala correndo encharcado atrás dos jogadores que fizeram a brincadeira.

Mais cedo, o técnico paraguaio, Ever Hugo Almeida, lamentou o time ter pedido "a oportunidade de mudar o resultado" durante a prorrogação. Mas ressaltou que a equipe deve manter a cabeça erguida por ter chegado à final. "Não ganhamos, não somos campeões da América, mas conquistamos uma medalha da qual temos que ter orgulho. Os jogadores merecem todo o carinho do povo paraguaio", disse, em rápida entrevista.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLibertadoresAtlético-MGCuca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.