Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Cuca critica arbitragem após derrota do Cruzeiro

Maior reclamação do técnico foi gol anulado de Wellington Paulista quando jogo estava empatado

AE, Agência Estado

18 de outubro de 2010 | 08h50

O técnico Cuca procurou minimizar a derrota do Cruzeiro no domingo, para o Grêmio, por 2 a 1. Em sua avaliação, a equipe mineira teve uma boa atuação e só perdeu por conta dos erros do árbitro Paulo César Oliveira.

Veja também:

linkCruzeiro aposta em semana de treinos

linkMontillo pede para Cruzeiro seguir focado 

linkCruzeiro é superado de virada pelo Grêmio, mas segue líder do Brasileirão

Brasileirão Série A - tabela Classificação / lista Tabela

A maior crítica de Cuca foi o gol anulado de Wellington Paulista. "Em um jogo igual, 1 a 1, quem fizer o segundo vai ganhar. Nós fizemos o segundo, e na minha frente. Ele (o bandeirinha) tem a linha da área para olhar. Deu para ver que não estava impedido. Erros capitais. Principalmente o gol mal anulado decretou a derrota do Cruzeiro", lamentou o treinador.

Cuca reclamou ainda do acréscimo no primeiro tempo, quando o Grêmio marcou o gol de empate. "Não me lembro em nenhum jogo do Campeonato Brasileiro ter tido quatro minutos de acréscimo no primeiro tempo, sendo que fizemos 12 faltas, não houve nenhuma substituição e o goleiro foi atendido durante 20 segundos. Não consigo entender o porquê", afirmou.

Diante dos supostos erros, Cuca concluiu que o Cruzeiro fez uma boa atuação e não precisa se lamentar. "Quando você tem um jogo tão equilibrado como Grêmio x Cruzeiro, os detalhes vão fazer a diferença. Se tiver erros como os da partida, eles vão fazer a diferença a favor de quem foi beneficiado".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.