Cuca culpa desgaste natural por derrota do Cruzeiro

O técnico Cuca lamentou a derrota do Cruzeiro para o Atlético por 2 a 1, neste domingo, na primeira partida da decisão do Campeonato Mineiro. Para o treinador, a equipe foi prejudicada pelo desgaste físico, já que até o meio da semana também estava disputando a Copa Libertadores da América.

AE, Agência Estado

08 de maio de 2011 | 19h40

"Tem um desgaste natural de quem jogou uma decisão na quarta-feira e de quem não jogou. Isso ficou muito claro, principalmente na primeira etapa, quando o sol estava mais quente e eles foram mais rápidos do que nós no jogo. Tivemos um começo um pouquinho pior, depois melhoramos, empatamos, dominamos o jogo e tomamos o segundo gol em um momento em que estávamos melhores", analisou.

O volante Fabrício, que voltou a atuar depois de ter sido submetido a uma cirurgia no púbis, em fevereiro, elogiou a atuação cruzeirense e viu na vitória do Atlético um resultado injusto. "Sufocamos o time dos caras, colocamos bola na trave. Fomos superiores, mas infelizmente não conseguimos vencer", afirmou. "Temos 90 minutos para tentar fazer um gol e, com apoio da nossa torcida, fica ainda mais importante. A vitória simples dá o titulo. Se não fizermos por merecer uma vitória em dois jogos é porque a gente não merecia ser campeão", completou o jogador.

Para o confronto de volta, no próximo domingo, no entanto, a equipe não terá o meia argentino Montillo, expulso no final do jogo por ter dado uma cotovelada em Giovani. "O Montillo é um grande jogador, vem se destacando e faz falta. Mas nosso time tem outros meias que vão manter a qualidade", disse Fabrício.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.