Pedro Azevedo/Santos FC
Pedro Azevedo/Santos FC

Cuca descarta cansaço e promete Santos forte para jogo contra o Grêmio

Treinador pretende manter a escalação pela terceira partida seguida e confia em boa atuação em jogo da Libertadores

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2020 | 05h00

Um time em maratona, mas pronto para o próximo compromisso. O técnico Cuca, do Santos, garantiu que a equipe não sentirá a sequência de jogos e estará preparada para ter uma boa atuação na próxima quarta-feira. Após empatar com o Palmeiras no clássico deste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, o Santos tem o jogo contra o Grêmio, pela Copa Libertadores, como o compromisso seguinte.

O clube escalou a mesma formação nos dois últimos jogos. Porém, Cuca assegura que o time não sentirá o cansaço. "Temos domingo, segunda e terça para recuperar o jogador. Não temos uma certeza de que deixando os caras oito ou nove dias parados vão render mais ou menos. Tem momentos que a melhor coisa é jogar", explicou o treinador depois do empate por 2 a 2, na Vila Belmiro.

Tanto na derrota para a LDU, do Equador, como no empate com o Palmeiras, Cuca não mudou a formação. Apesar de os jogos não terem resultado positivo para o time da Vila Belmiro, a garantia do treinador é que isso não afetará a preparação para a partida na Arena do Grêmio. "Chegamos fortes porque temos uma base sólida de jogo", disse. "Em geral, jogamos bem. Então, temos confiança. Não é um empate com o Palmeiras que vai nos tirar essa confiança, até porque jogamos bem", afirmou.

Em Porto Alegre o Santos abrirá o confronto pelas quartas de final da Copa Libertadores. O jogo de volta será na semana seguinte, na Vila Belmiro. Entre esses dois compromissos, a equipe alvinegra terá ainda uma partida contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. O jogo será no Rio de Janeiro, no próximo domingo.

Pelo menos a tendência é que em Porto Alegre o Santos vai repetir a formação novamente. "Não perdemos ninguém por lesão, agora a recuperação vem até quarta-feira para termos o time inteiro", disse Cuca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.