Cuca diz que Atlético-MG teve controle total em goleada

Mesmo sem Réver e Ronaldinho Gaúcho, que defenderam a seleção brasileira no último sábado, além de Bernard e Diego Tardelli, ambos contundidos, o Atlético não teve dificuldades para golear o Boa por 4 a 0, domingo, no Estádio Independência, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. O técnico Cuca reconheceu que o time teve dificuldades nos minutos iniciais, mas depois conseguiu se impor diante do adversário.

AE, Agência Estado

08 de abril de 2013 | 10h25

"A equipe estava bem mexida e vai faltar conjunto, principalmente no começo. Aí, você vai se soltando, achamos espaço. A marcação do Boa foi individualizada e muito forte, mas eu sabia que eles não aguentariam 90 minutos nesse ritmo", comentou.

Para Cuca, o Atlético correu poucos riscos diante do Boa e praticamente não foi ameaçado pelo adversário. "Oferecemos chance na jogada em que o Victor teve que fazer uma grande defesa, mas tivemos o controle absoluto da partida", disse.

Com os vários desfalques do setor ofensivo, Cuca mudou o esquema tático e escalou o Atlético com três volantes - Pierre, Leandro Donizete e Josué. O treinador avisou que pode usar a estratégia em outras partidas. "São situações que você pode utilizar no decorrer do ano, mas agradou sim", afirmou.

Com o triunfo, o Atlético-MG chegou aos 24 pontos, na vice-liderança do Campeonato Mineiro. A equipe volta a entrar em campo no próximo domingo, quando vai enfrentar a Caldense, às 16 horas, em Poços de Caldas, pela 10ª rodada da fase classificação do torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.