Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cuca diz que não pediu saída de Rojas

O técnico Cuca ficou irritado com os boatos de que teria participado da decisão de afastar Roberto Rojas da equipe principal. Garantiu que, em nenhum momento, pediu sua saída à diretoria, mas confirmou que ainda não tinha adquirido amizade com o chileno. "Não é de uma hora para outra, faz pouco tempo que estou no São Paulo", justificou.Cuca negou também ter ficado incomodado com os elogios da torcida a Rojas. Na partida contra a Portuguesa, há pouco menos de duas semanas, os torcedores gritaram o nome do ex-treinador no Canindé. "É normal, o Rojas fez bom trabalho como técnico." A diretoria, porém, achou que a situação causava constrangimento tanto para Rojas, que havia voltado à função de preparador de goleiros no início do ano, quanto para Cuca e, por isso, optou por tirar o ex-goleiro do Centro de Treinamento. Ele, que ganhou alguns dias de folga, retornará para trabalhar nas categorias de base. A não ser que receba proposta de outro clube e deixe o Morumbi.O técnico são-paulino declarou que Rojas chegou a dar palpite em seu trabalho, mas sem má intenção. "Ainda que não seja o correto, é uma coisa normal. Com o tempo, ele ia se acostumar com a mudança de função, mas em nenhum momento causou estrago", afirmou Cuca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.