Agustin Marcarian/AP
Agustin Marcarian/AP

Cuca elogia atuação do Palmeiras em Rosario: 'Foi bem sem treinar'

Técnico lamenta empate em 3 a 3, mas diz que time se superou

O Estado de S. Paulo

07 de abril de 2016 | 07h00

O técnico Cuca, do Palmeiras, elogiou a atuação da equipe no empate em 3 a 3 com o Rosario Central, nesta quarta-feira, pela Copa Libertadores, na Argentina. Na entrevista coletiva depois do jogo o treinador evitou projetar as chances de classificação às oitavas de final e preferiu ressaltar que mesmo com uma preparação conturbada, conseguiu arrancar um empate no Gigante de Arroyito.

"Aqui é muito difícil de ganhar. Eles não jogaram no fim de semana, ao contrário de nós, que tivemos o clássico com o Corinthians em um ritmo frenético. Fomos guerreiros e jogamos para buscar o empate até o fim, o que nos deixa vivos", comentou o treinador. Para se classificar, o Palmeiras precisa ganhar o River Plate, do Uruguai, na última rodada e torcer para que tenha um vencedor no confronto entre Nacional e Rosario, em Montevidéu.

Cuca lembrou que o Rosário não perde em casa desde novembro de 2014. A sequência fez o treinador estudar o adversário e escalar o Palmeiras com três zagueiros. "Qualquer time que venha jogar com o Rosario e vier com dois zagueiros, vai sofrer perigo de gol. Eles têm uma movimentação ofensiva muito boa", explicou. "É um dos melhores times da Libertadores, gosto muito do Rosario."

O treinador lamentou que a chuva na véspera impediu o time de treinar e testar a nova formação da defesa. Por isso, Cuca elogiou que o empenho dos jogadores foi fundamental para ter uma boa atuação na Argentina.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCopa LibertadoresCuca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.