Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Cuca enaltece poder de reação: 'Palmeiras sai com dignidade'

Equipe busca resultado na raça, mas cai nos pênaltis

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

24 de abril de 2016 | 19h48

Cuca lamentou a eliminação do Palmeiras nos pênaltis, mas enalteceu a força do grupo e o poder de reação da equipe, que perdia por dois gols até poucos minutos para o fim, mas empatou por 2 a 2 com o Santos, neste domingo, na Vila Belmiro, e levou a decisão para as penalidades na semifinal do Paulistão. "O Palmeiras sai da melhor forma que podia sair, se é que isso é possível: com honra e dignidade. Saímos de cabeça erguida", avisou.

Para ele, o time mostrou que está no caminho certo e acha que o torcedor vai continuar apoiando a equipe, mesmo com o time eliminado no Paulistão e na Copa Libertadores. "A paciência do torcedor estava esgotada sete rodadas atrás. Agora, empatando duas partidas e ganhando cinco, não pode estar com paciência esgotada. Os jogadores estão lutando e o torcedor vê hoje uma equipe que sua até o último momento." Cuca evitou dar desculpas para a eliminação, mas reclamou bastante por ter sido expulso no final da partida e pela atitude dos fiscais da Federação Paulista de Futebol. "Entrei no campo para comemorar um gol, não provoquei ninguém. Se fosse igual para os dois lados, o juiz tinha que ter expulsado o banco inteiro do Santos, que também comemorou os gols", afirmou.

Ele também falou que o time foi prejudicado nos minutos que antecederam as cobranças de pênalti. "O quarto árbitro não deixou nosso preparador de goleiros entrar em campo para os pênaltis. Não estou dizendo que ia ganhar, mas acho que é injusto. É preciso ter um pouco mais de entendimento das coisas, da emoção", comentou.

Agora o Palmeiras volta a campo apenas em 14 de maio, na estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Atlético-PR. "Agora, temos tempo para trabalhar a parte tática e técnica", concluiu Cuca, que promete enxugar o elenco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.