Cuca faz mistério, mas reforça meio-campo para segurar o Santos

Treinador não terá Dudu e Allione na semifinal do Paulistão

Estadão Conteúdo

22 de abril de 2016 | 19h32

Em um treinamento fechado nesta sexta-feira, o técnico Cuca colocou em campo uma equipe do Palmeiras mais defensiva, com três volantes no meio e Zé Roberto como responsável pela ligação com o ataque, mas evitou confirmar o time que vai enfrentar o Santos neste domingo, na Vila Belmiro, pela semifinal do Campeonato Paulista.

"Fizemos um treinamento, mas isso não quer dizer que a equipe esteja definida. Temos algumas coisas que precisamos amadurecer dentro das nossas ideias", afirmou o treinador palmeirense, avisando que não pretende divulgar a escalação. "Vai ter mistério, sim. Só uma hora antes do jogo que vai ser passada a escalação."

Seus dois grandes desfalques são Dudu, que está com uma contusão muscular na coxa direita, e Allione, com uma entorse no joelho esquerdo. Sem poder contar com dois de seus principais jogadores ofensivos de velocidade, ele optou por mexer na forma de jogar da equipe e pode entrar em campo com Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Arouca, Gabriel, Matheus Sales e Zé Roberto; Gabriel Jesus e Alecsandro.

"Perdemos jogadores de velocidade, mas temos opções para a equipe. Trabalhando com três volantes, fortalecemos nosso meio de campo. Se o Zé entrar, fortalecemos o time pelo lado, como fizemos no último clássico contra o Corinthians. São situações que treinamos, mas treinamos outras também. Isso pode ocorrer no começo ou durante o jogo", avisou.

Apesar da eliminação já na fase de grupos da Copa Libertadores, Cuca acha que o Palmeiras tem evoluído, mas sabe que ainda falta um longo caminho a ser percorrido para que o time colha frutos na temporada. "A gente tem evoluído no controle de bola e na diminuição de espaços. Ainda não é o que esperamos, mas o Palmeiras cresce em jogos grandes", disse. Para ele, o time tem tudo para fazer um bom jogo na Vila. "Temos de estar preparados, fazer um jogo regular, de inteligência, para conseguir um placar favorável diante do Santos", concluiu Cuca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.