Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cuca garante que Cruzeiro não priorizará Libertadores

O sonho de toda grande equipe é conquistar o título da Copa Libertadores da América. No Cruzeiro não é diferente. O técnico Cuca sabe da importância e do peso de uma conquista internacional, mas garantiu que o time não priorizará a competição continental em detrimento dos outros torneios que disputará em 2011 - são os casos do Campeonato Mineiro e do Campeonato Brasileiro.

AE, Agência Estado

26 de janeiro de 2011 | 09h00

"São três competições que a gente vai ter ao longo do ano, 65 partidas, se não me engano, mais os amistosos, que também desgastam. Para mim representa tudo, representa na minha vida, dar o meu melhor. Sempre vou dar o meu melhor e cobrar o melhor de todos para que a gente tenha resultado, independentemente de quem vai jogar. Teremos três competições, vamos disputar todas elas para tentar vencer todas", afirmou Cuca, em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

Os jogadores concordam com a opinião do treinador. Para o volante Henrique, a ideia de Cuca é vista com bons olhos, já que o Cruzeiro adotou a estratégia de priorizar no ano passado e acabou eliminado do Campeonato Mineiro na semifinal - para o Ipatinga, que foi derrotado na decisão pelo Atlético. Na Libertadores, a equipe caiu diante do São Paulo nas quartas de final.

"Temos que pensar dessa forma. No ano passado vimos que o que traçamos não deu certo. Então, temos que almejar entrar no Mineiro 100% focados. É claro que vai ter jogo que vai dar uma mesclada, é normal, por conta do desgaste. Mas temos que ir com o pensamento de entrar no Mineiro, na Libertadores e no Brasileiro para vencer e buscar as conquistas", comentou Henrique.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroCuca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.