Cuca mostra otimismo e promete 'recomposição tática'

O técnico Cuca disse estar otimista nesta quarta-feira em entrevista coletiva realizada em Teresópolis, com o objetivo de mostrar a tranquilidade no grupo do Flamengo e evitar qualquer boato sobre sua saída do comando da equipe.

AE, Agencia Estado

17 de junho de 2009 | 17h45

Em posição desconfortável no clube após a goleada sofrida para o Coritiba no domingo, o treinador prometeu mudar a formação tática do time e já previu a reação do time nas próximas rodadas.

"O objetivo agora é dar para a equipe a recomposição tática. Vamos retomar o padrão. Não é só porque perdemos o Kleberson que o time desandou. Temos que buscar a solução", afirmou Cuca. Peça-chave no meio-campo do time, Kleberson foi convocado para a seleção brasileira, que disputa a Copa das Confederações.

"O futebol é dinâmico e temos três jogos em casa que podem nos deixar numa situação bem mais agradável no Campeonato Brasileiro", avaliou Cuca, motivado pela garantida da diretoria do clube, que prometeu mantê-lo no cargo.

Cuca também disse ter boa relação com todos os jogadores e elogiou Adriano. "Eu me dou bem com todos os jogadores e acho que todos se dão comigo, cada um em uma escala. Todo treinador queria ter o Adriano. Porque eu que tenho não vou querer aproveitá-lo? Quero ele da melhor forma possível, ajudando o Flamengo".

Em relação à goleada do final de semana, Cuca evitou apontar culpados e pediu compreensão à torcida. "O Bruno falhou contra o Coritiba, mas foi quem praticamente nos deu o tricampeonato [do estadual]. O Angelim falhou, mas é o jogador mais regular e que tem mais a nossa confiança".

Cuca ainda disse que não pensou em deixar o clube em nenhum momento apesar das duas derrotas seguidas no Brasileirão, por placares elásticos. "Hoje o time está em uma situação difícil, mas não me abalo. Não quero sair do Flamengo de jeito nenhum porque estou no maior clube do Brasil, com a melhor torcida do mundo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.