Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Cuca recua, nega pedir reforço e diz confiar no time do Palmeiras

Técnico diz que se chegar mais algum jogador será bem-vindo, mas não espera por caras novas na equipe

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2016 | 18h11

O técnico Cuca decidiu mudar o tom quando o assunto é reforço no Palmeiras. O treinador, que chegou a pedir duas vezes, em entrevista coletiva, a contratação de reforços, disse nesta sexta-feira que não espera por novos jogadores, pois confia no elenco que tem nas mãos e acredita que suas declarações tenham sido interpretadas de forma equivocadas.

“Depende do ponto de vista. Tem o lado bom e ruim e você escolhe. Eu não falei que quero jogador, você não ouviu isso de mim. Depois da coletiva, indagado sobre o assunto, eu falei que às vezes não temos umas características para pôr. Temos de refletir, analisar e eu não pedi jogador. Mas se vier, é muito bem-vindo por mim e pelos companheiros”, disse o treinador.

O treinador assegura que a liderança do Campeonato Brasileiro não mexeu com a preparação da equipe para a sequência do Brasileiro. “Não muda, o trabalho da gente é igual em qualquer circunstância. Em outro trabalho que eu tive, em penúltimo, último, é igual à liderança. Quando está lá embaixo, a luta é a mesma. Você tem uma responsabilidade grande. O campeonato é duro para todos, cada um tem uma luta”, analisou.

Em relação ao time para encarar o Internacional, como de praxe, Cuca não deu muitas pistas, mas confirmou que Thiago Santos entra no lugar de Moisés, machucado, e que Alecsandro, embora esteja liberado para ser aproveitado, não ficará sequer no banco de reservas diante dos gaúchos.

“Poderia contar com ele para o jogo, mas não acho viável, até porque ele não está treinando junto com os companheiros e em ritmo de jogo. Vamos esperar mais um pouco, ficamos felizes de poder relacionar, mas vamos esperar o desfecho final e torcer para ele ter uma boa notícia e que seja absolvido”, disse, lembrando que o atacante foi suspenso preventivamente por 30 dias por ter sido flagrado em teste antidoping.

Nesta sexta-feira, o elenco fez mais um treino onde a maior parte foi fechado, sem a presença da imprensa. Além de Thiago Santos, quem também são nomes certos são os atacantes Róger Guedes e Gabriel Jesus, que retornam de suspensão. Assim, o Palmeiras deve ir a campo com Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto, Thiago Santos, Tchê Tchê e Cleiton Xavier; Dudu, Róger Guedes e Gabriel Jesus.

 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.