Cuca não aceita crítica por "futebol bonito"

A diretoria, atorcida e a imprensa cobram futebol mais vistoso do São Paulo, mais bem jogado. O time, apesar do bom aproveitamento natemporada, realmente não mostrou jogo consistente até agora, que possa passar confiança e esperança ao torcedor. Cuca,porém, não concorda com as críticas e, nesta sexta-feira, resolveu desabafar pela primeira vez desde que chegou ao Morumbi. Acha queestão exagerando... ?É uma situação difícil, porque nós estamos vencendo e as pessoas ficam cobrando show, espetáculo?, afirmou o treinador. ?É preciso lembrar que estamos trabalhando juntos há apenas 70 dias.? De acordo com o são-paulino, a atuação diante do São Caetano, no domingo, pelo Paulista, não foi tão ruim como muitos definiram, apesar da derrota por 2 a 0. ?O São Caetano fez dois gols de escanteio. Nós poderíamos ter vencido a partida.? Cuca, contudo, tem consciência de que a equipe não embalou na temporada, não adquiriu o padrão de jogo esperado, embora tenha perdido apenas em duas ocasiões. Tanto que aguarda a chegada de pelo menos dois reforços, um volante e um atacante. A idéia dos dirigentes é definir as contratações já na próxima semana. O jogador para o ataque, que pode ser Luciano Henrique, do Atlético Sorocaba, será inscrito para a segunda fase da Libertadores no lugar de Diego Tardelli, que treina com os juniores, em Barueri. A comissão técnica e os atletas comemoraram bastante a vitória do Alianza sobre a LDU, do Equador, na madrugada desta sexta-feira (de Brasília), em Lima, por 1 a 0, pela Libertadores. Com o resultado, o São Paulo se manteve na primeira colocação do Grupo 4, com 12 pontos. Equatorianos e peruanos têm 9. Um empate na última rodada, no dia 7, diante do Alianza, será suficiente para que o time garanta a classificação em 1º lugar. Mesmo que perca por um gol de diferença, o São Paulo deverá se classificar como um dos melhores segundos colocados. Se for derrotado por 2 a 0, será eliminado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.