Cuca planeja improvisações no São Paulo

Jean na lateral-esquerda, Rodrigo como volante, Gabriel como segundo volante. Estas são as próximas improvisações que o técnico Cuca pode lançar no São Paulo para lutar contra a escassez do elenco, reduzido a quatro goleiros e 22 jogadores. Do total de 26, seis tem idade para o time de juniores. ?Quando estivermos jogando fora de casa, posso colocar o Lugano e avançar o Rodrigo para ser o volante. Ele é rápido e dá conta da posição. O Jean pode ser um bom ala e o Gabriel tem bom passe para ser segundo volante?, explica o treinador. No Goiás e no Paraná, seus antigos times, Cuca trabalhava com 28 jogadores. É o mesmo número que gostaria de ter agora e por isso, a cada entrevista, lembra que o plantel precisa de ?duas novas peças? para estar completo. A situação é mais complicada porque o goleiro Flávio e o lateral Lino não inspiram a confiança do treinador. E Renan, Artur, Mateus e Fabrício são muito novos. A falta de jogadores leva a situações constrangedoras. No sábado, Edcarlos e Rodrigo faziam tratamento médico e os reservas não tinham zagueiros, pois o time titular treinava com Fabão e Rodrigo. Como o jogo estava muito fácil, Cuca colocou Cuquinha, seu irmão e auxiliar, no time reserva, que passou a ter um jogador a mais. Mesmo assim, o resultado foi 6 a 0 para os titulares. Cuca e a diretoria chegaram à conclusão de que não adianta contratar um a mais só para fazer número. ?Quero jogador que entre no time para resolver nossos problemas?, diz o diretor de Futebol Juvenal Juvêncio. ?Não adianta trazer o Marco Antônio, que foi campeão pelo Náutico, e deixá-lo na reserva. Deixa o menino lá, ganhando experiência até ele voltar para ser titular aqui?, opina Cuca. A diretoria continua apostando em três jogadores: Tcheco, que está na Arábia Saudita, o uruguaio Pato Sosa, que joga no Spartak de Moscou, e Adriano, que tem contrato até julho com o Atlético-PR. Enquanto não há reforços, Cuca faz o que pode. ?Não acho que a situação seja desesperadora. Temos um grupo competitivo que está conseguindo bons resultados.? Nesta segunda-feira, ele comandou um treino apenas com os titulares, que ensaiaram muitas jogadas. Foram sete cobranças de falta, quatro pela direita e três pela esquerda. E quatro escanteios, dois de cada lado. Mesmo sem marcação ? com exceção da barreira de madeira ?, o aproveitamento não foi alto. O time volta a treinar nesta terça-feira à tarde e quarta à tarde, para enfrentar o Atlético-PR na quinta-feira, no Morumbi. A vitória é imprescindível para o São Paulo. ?Temos de começar bem o campeonato para estarmos desde o começo na luta pelo título. E não podemos ter quedas de rendimento. Vamos perder jogos, mas até isso é preciso saber fazer. Vamos reagir bem às derrotas?, diz Cuca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.