Cuca procura meio-campo ideal no São Paulo

O meio-de-campo tem sido o maior problema do São Paulo. Cuca tem feito muitas experiências e em todos jogos faz substituições no setor - prova de que não tem ainda a formação ideal apesar de o time estar invicto na temporada, com sete vitórias e um empate.A parte mais defensiva do meio-de-campo está definida. Os volantes são Alexandre e Fábio Simplício. Eles são os jogadores do setor que mais atuaram. Dos 720 minutos jogados até agora, Alexandre ficou fora apenas 33 minutos. Foi substituído por Marquinhos aos 12 minutos do segundo tempo contra a Portuguesa Santista, quando o São Paulo perdia por 1 a 0 - o time acabou vencendo por 4 a 1.Fábio Simplício foi substituído em apenas dois jogos. Contra a Ponte, saiu para a entrada de Rico, aos 35 minutos. Era uma opção para romper a retranca da Ponte. Não deu certo e o jogo terminou 0 a 0. Em Rio Preto, o São Paulo vencia o América por 2 a 0 e ele saiu aos 34 minutos do segundo tempo para a entrada de Gabriel. "Penso em experimentar o Gabriel como volante porque ele tem boa saída de bola e passe de bom nível", explica Cuca. Ele pensou em utilizar Souza como volante, mas o jogador não aceitou a experiência.Danilo e Marquinhos são os meias que mais atuaram. Estiveram nas oito partidas do São Paulo, mas não completaram os 90 minutos em nenhuma. Marquinhos jogou 349 minutos e Danilo, 293 minutos. Os dois são considerados bons armadores por Cuca, que prefere escalar um dos dois ao lado de um jogador mais incisivo, que carregue mais a bola. Por isso, em dois jogos Danilo entrou em lugar de Marquinhos e em outro ocorreu o contrário.Danilo foi jogador de Cuca no Goiás e Marquinhos, no Paraná. Vão continuar brigando por uma posição no time e atualmente Marquinhos leva vantagem. Ele chegou depois dos outros jogadores e por isso não começou a partida contra a Ponte Preta, a primeira do ano. Substituiu Danilo aos nove minutos do segundo tempo. Vélber era o outro meia. Saiu aos 22 minutos do segundo tempo para a entrada de Souza.Contra a Portuguesa, Cuca começou novamente com Danilo (substituído por Fábio Santos) e Vélber (substituído por Marquinhos). Contra a Portuguesa Santista, Cuca escalou Fábio Santos, que deu lugar a Danilo, e Vélber, substituído por Jean.Contra o América, começaram Marquinhos e Fábio Santos, substituídos por Danilo e Vélber. Para enfrentar o Alianza, em Lima, Cuca escalou Gustavo Nery no meio (substituído por Jean) e Marquinhos, que deu lugar a Danilo. Fábio Santos jogou na lateral-esquerda.As experiências continuaram. Marquinhos saiu aos 32 minutos do segundo tempo contra o Corinthians para a entrada de Danilo. Contra o Atlético Sorocaba, Danilo teve chance de começar como titular, mas saiu no segundo tempo para Souza jogar. E Marquinhos deu lugar a Jean. Contra o Cobreloa, Danilo entrou no lugar de Marquinhos e Souza no de Gustavo Nery, com Fábio Santos voltando à lateral. As mudanças vão continuar porque o rendimento ainda não é bom. E Cuca sabe que a transição da bola do meio para o ataque é fundamental.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.