Cuca reclama da arbitragem e diz que faltou sorte ao Flu

Cuca reclama da arbitragem e diz que faltou sorte ao Flu

Cuca não escondeu a decepção com a derrota para o Botafogo, que determinou a eliminação do Fluminense na Taça Rio. O treinador reclamou da arbitragem de Péricles Bassols Pegado Cortês e disse que faltou sorte ao time das Laranjeiras.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2010 | 11h21

"O Botafogo fez três gols de bola aérea. Dois diretos e outro na sobra em que o jogador deles estava impedido e atrapalhou o nosso goleiro. A bola foi fraca e ele defenderia, mas foi atrapalhado", reclamou o técnico, culpando o árbitro pelo resultado da partida.

Cuca também culpou a falta de sorte do Fluminense na noite de sábado. "Esse time é bom e merecia melhor sorte. Estes caras têm qualidade e lutaram. Jogamos bem e fomos infelizes. O Botafogo teve uma sorte do tamanho da lua, pois as bolas deles entraram. É um pecado, porque jogamos bem. O Fluminense jogou a ponto de merecer vencer, mas futebol não tem merecimento. O Botafogo criou quatro chances e fez três gols. Nós criamos dez e só fizemos duas", lamentou.

Apesar da decepção, Cuca pregou trabalho para o próximo jogo da Copa do Brasil. "Demos o nosso máximo. Corremos, nos esforçamos e lutamos até o fim mesmo com um homem a menos e isso eu faço questão de exaltar [Cássio foi expulso]", destacou. "Agora não adianta só ficar lembrando as coisas que aconteceram de ruim, mas temos que levantar a nossa cabeça e seguir em frente".

"Todos estão chateados com a derrota, o torcedor, os jogadores, eu e minha comissão técnica também, mas segunda vamos começar a trabalhar já visando a Copa do Brasil. É uma competição muito difícil e eu sei bem disso, mas é o que nos resta neste momento, então o foco será nela", avisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.