Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Cuca tem abordagem agressiva a juiz descrita em súmula e poderá sofrer punição

De acordo com árbitro do clássico, técnico santista se recusou a sair do campo mesmo após o término do duelo

O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2018 | 22h13

O técnico Cuca corre risco de punição por ter interpelado de forma agressiva o árbitro Ricardo Marques Ribeiro após o clássico entre Santos e São Paulo, terminado com empate por 0 a 0, neste domingo, na Vila Belmiro. Ele relatou na súmula a atitude do treinador, que deverá ir a julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

"Informo que após o término da partida, o senhor Alexi Stival, técnico da equipe do Santos, invadiu o campo de jogo e com gestos acintosos e ostensivos se dirigiu até a equipe de arbitragem e proferiu as seguintes palavras: 'Ricardo, você errou! Meu time faria o gol. Você me prejudicou, isto é uma sacanagem. Você vai ver na TV. Estou cansado de ser prejudicado. Sempre contra o Santos. Você errou, você errou, reconheça!", escreveu o árbitro ao descrever o que o comandante santista lhe falou após o confronto.

Ribeiro disse também que Cuca resistiu em deixar o campo de jogo, "sendo necessário que membros da sua comissão técnica e jogadores o retirassem".

Cuca tem outros problemas, esses com seu time, para a próxima partida do Santos no Brasileiro, domingo, contra o Cruzeiro, às 19 horas, no Mineirão: o zagueiro Gustavo Henrique e o atacante Derlis González receberam o terceiro cartão amarelo neste domingo e serão desfalque para o duelo em Belo Horizonte.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.