Rubens Chiri
Rubens Chiri

Cuca tenta acertar o ataque do São Paulo, que não marca há três rodadas

Treinador espera retorno de jogadores ofensivos para duelo do próximo domingo com o CSA, em casa

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

09 de setembro de 2019 | 04h30

A sequência de três partidas sem vitória do São Paulo coincide com o jejum de gols do time no Campeonato Brasileiro. A última vez que a equipe balançou as redes adversárias foi em 18 de agosto, contra o Ceará, quando o lateral Daniel Alves garantiu a vitória por 1 a 0 em sua estreia com a camisa tricolor. Faz tempo.

Depois disso, o São Paulo foi derrotado pelo Vasco por 2 a 0, empatou em casa sem gols com o Grêmio e no sábado sofreu a derrota em Porto Alegre para o Internacional por 1 a 0. Se a defesa tem conseguido ser sólida no Brasileirão, com 12 gols sofridos em 18 partidas, o poder ofensivo está abaixo do esperado, com apenas 20 gols, pouco mais da metade do que tem o líder Flamengo, que já fez 41 no Campeonato Brasileiro. Na partida em Porto Alegre, Cuca lamentou a queda de rendimento do time.

Até por isso, o retorno de alguns jogadores de frente nesta semana está sendo aguardado pelo técnico Cuca com muita ansiedade. Daniel Alves, que tem jogado no meio, vai retornar da seleção brasileira depis da partida contra o Peru, nos EUA, nesta terça-feira, e Antony volta da seleção olímpica. Tem ainda Alexandre Pato, Pablo e Toró, que estão se recuperando de lesão e podem aparecer para treinador na semana.

"Essa semana provavelmente terei o retorno de todos eles. Mas isso não quer dizer que todos estarão prontos para jogar no fim de semana, porque estão em transição ainda. Precisaremos avaliar quanto tempo não jogam uma partida, existe a questão do ritmo de jogo também. Precisamos de calma e sabedoria para escolher as peças certas, mesclando qualidade técnica e física também", avisou o treinador.

O elenco do São Paulo retorna nesta segunda-feira aos treinos, às 15h30, e Cuca começa a preparar o time para a partida de domingo, contra o CSA, às 19h, no Morumbi. O duelo vale pela 19ª rodada do Brasileirão, a última do primeiro turno, e o comandante já avisou que a equipe precisa dos três pontos para iniciar uma arrancada no segundo turno do campeonato. A intenção do treinador é não vê seus principais ricais na parte de cima da tabela aumentar vantagem nesta reta final de turno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.