Cuca tenta conter empolgação por bom começo do Botafogo

'Não podemos achar que está tudo maravilhoso porque e aí que começa a queda', pondera o treinador

28 de janeiro de 2008 | 19h19

Depois de começar o ano sob receio e descrença, o Botafogo começou bem e reconquistou a confiança o ano e reconquistou a confiança do torcedor, ao vencer seus três primeiros jogos pela Taça Guanabara e se isolar na liderança do Grupo B, com 9 pontos, três a mais que Vasco, Cabofriense e Friburguense. Mas o técnico Cuca tenta conter os ânimos de elenco e torcida. "Não podemos achar que está tudo maravilhoso porque e aí que começa a queda", ponderou. "Ainda temos muito a evoluir e vamos continuar a trabalhar forte. Quero entrega, correria, dedicação sempre." Para o jogo de quarta-feira, contra o Mesquita, no Engenhão, Cuca deverá manter o time que utilizou nas três primeiras rodadas, pois acredita que a repetição é responsável pelo sucesso inicial. "Fizemos cinco partidas com a mesma equipe (contando dois amistosos antes do estadual) e isso está se refletindo dentro de campo." Frustração O goleiro Eduardo, do Náutico, que chegou a ter sua contratação anunciada pelo presidente Bebeto de Freitas, afirmou que vai permanecer no clube pernambucano, apesar da boa proposta recebida. Ele só se apresentaria para a Taça Rio, mas acabou acertando sua permanência no Recife, segundo o site oficial do Náutico.

Tudo o que sabemos sobre:
Botafogo-RJCucaCarioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.