Cuca testa variações na equipe do Botafogo

Time alvinegro precisa vencer por dois de diferença para ser o campeão do Carioca

Leonardo Maia, Agência Estado

30 de abril de 2008 | 18h51

Em desvantagem para o segundo jogo da final do Campeonato Estadual, o Botafogo precisa ser ofensivo para levar o título no domingo. O Flamengo joga por empate e o time alvinegro só será campeão no tempo normal com vitória por dois gols de diferença.Ciente do desafio, o técnico Cuca aproveita a semana inteira dedicada a treinos para testar variações e formações mais agressivas. Ele já admite escalar três atacantes. "Vou observar o Fábio centralizado na frente, ver como o time se comporta. Nada está definido."Cuca terá o retorno de Alessandro e Jorge Henrique, que cumpriram suspensão, e poderá formar o trio ofensivo com Fábio, Wellington Paulista e Jorge Henrique. "O Flamengo tem a vantagem, mas temos total condição de superá-lo", disse Alessandro, que volta à lateral-direita. "Fizemos ótima campanha ao longo do campeonato e estamos confiantes.""Precisamos atacar e defender bem. Entrar forte, com espírito de luta", pediu o capitão Lúcio Flávio. "Começamos o ano desacreditados e fizemos a melhor campanha da competição."O goleiro Castillo e o lateral-esquerdo Triguinho continuam sem condições de jogo, com estiramentos musculares. Renan mais uma vez será o arqueiro alvinegro, mas Cuca ainda precisa definir quem ocupará o lado esquerdo do campo, fazendo as vezes de terceiro zagueiro. Leandro Guerreiro e Eduardo disputam a vaga.E a casa estará cheia no domingo. Todos os 68.030 ingressos disponíveis se esgotaram nesta quarta-feira, segundo dia de vendas. Com as cortesias da Federação de Futebol do Rio e as gratuidades, mais de 79 mil pessoas deverão comparecer ao Maracanã.

Tudo o que sabemos sobre:
BotafogoEstadual do RioFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.