Cueva dá adeus ao São Paulo com vídeo de gol diante do Corinthians

Peruano, que vai para o futebol russo, faz post agradecendo à torcida: 'Não há palavras para descrever o que vivenciei'

O Estado de S. Paulo

23 de julho de 2018 | 20h30

De malas prontas para defender o Krasnodar, da Rússia, o meia peruano Cueva utilizou sua conta no Instagram para fazer um agradecimento especial à torcida do São Paulo. Junto à mensagem, ele postou vídeo de um gol de pênalti marcado contra o Corinthians, em 2016.

+ Com Militão e 'reforços', São Paulo treina para enfrentar o Grêmio

+ São Paulo goleia Grêmio na Taça BH e avança às quartas

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

O jogo em questão valeu pelo Campeonato Brasileiro daquele ano. O time tricolor venceu por 4 a 0, no Morumbi, e o gol foi apelidado de "cuevadinha", já que o peruano deslocou o goleiro corintiano Cássio com uma cavadinha.

"Quero agradecer da parte mais profunda do meu coração à torcida de São Paulo por todo o apoio recebido durante esses dois maravilhosos anos que passamos juntos ... Eu sempre terei em mente, não há palavras para descrever o que vivenciei nos bons e nem nos tão bom assim, eles estavam ao meu lado... e eu sempre vou me lembrar deles ... Força Tricolor!", escreveu Cueva.

 

O jogador não vinha sendo muito prestigiado pela torcida desde antes da Copa do Mundo, que ele disputou na Rússia. Muitos fãs viam certa má vontade do atleta, que chegou a se queixar de ser reserva no início da temporada.

O São Paulo vendeu o jogador por pouco mais de 8 milhões de euros (R$ 38 milhões). O pagamento será efetuado da seguinte maneira: 80% até o final deste ano e mais 20% no ano que vem. A negociação ainda pode render mais um milhão de euro (R$ 4,5 milhões) em caso de classificação da equipe russa à Liga dos Campeões. O clube ainda ficou com 10% de uma futura venda.

No clube desde 2016, Cueva deixa o São Paulo após 87 jogos em que marcou 20 gols. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.