Nilton Fukuda|Estadão
Nilton Fukuda|Estadão

Cueva lamenta gols perdidos, mas ganha elogios de Rogério Ceni

Meia cobra pênalti e marca o gol da vitória do São Paulo no Morumbi

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

22 Fevereiro 2017 | 07h00

O meia Cueva marcou de pênalti o gol da vitória do São Paulo sobre o São Bento em um momento crucial da partida. O jogador teve sangue frio para assumir a responsabilidade pela cobrança, quando a torcida pedia para Pratto bater, e ainda em uma noite que tinha perdido três boas chances de gol.

"Assumi a responsabilidade e fiz de pênalti, mas pessoalmente assumo qualquer falha. Perder gol faz parte, não podemos mudar o nosso jeito de jogar. Foi a primeira partida que me senti mal por perder tantos gols, ainda mais depois que tomamos o empate", confessou o peruano, citando a vitória de 3 a 2 no Paulistão.

Cueva teve uma boa chance no primeiro tempo, quando recebeu um passe de Pratto, de calcanhar, mas mandou para fora na cara do goleiro. Depois, no segundo tempo, recebeu livre na área um bom passe de Luiz Araújo, mas o goleiro adversário defendeu. E ainda mandou uma bola no travessão. Ele sabe que se tivesse tido mais sorte nas finalizações, o resultado teria sido mais confortável.

Só que o técnico Rogério Ceni minimizou os erros e enalteceu o talento de seu camisa 10. "Às vezes por cinco centímetros a bola bate na trave e entra, às vezes sai. Ele teve duas bolas no pé esquerdo, que não é o bom. Mas é um jogador essencial para meu time, ele faz muita falta quando não joga. Teve personalidade de bater o pênalti, só tenho coisas boas para falar dele", elogiou.

 

Mais conteúdo sobre:
São Paulo FC Futebol Campeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.