JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Cueva pede desculpas e diz que ainda quer lutar por espaço no São Paulo

Meia se envolveu em polêmica nesta semana ao pedir para não ser relacionado para o duelo contra o Mirassol

O Estado de S.Paulo

25 Janeiro 2018 | 17h30

O meia Cueva pediu desculpas nesta quinta-feira aos torcedores do São Paulo pela polêmica em que se envolveu após pedir para não ser relacionado para o duelo contra Mirassol, realizado na quarta. De acordo com o clube, o peruano demonstrou falta de comprometimento com o clube.

Anderson Martins comemora estreia e vê São Paulo fortalecido para clássico

Cueva disse que não foi ele quem publicou uma mensagem em sua rede social, em que se mostrava descontente com a decisão do técnico Dorival Junior de colocá-lo no banco de reservas. Segundo o peruano, quem publicou a mensagem foi um assessor de comunicação. O recado foi apagado minutos depois da péssima repercussão com a torcida.

"Rapidamente eu e meu empresário nos demos conta e removemos a publicação", disse o meia, em entrevista ao SporTV. "Ele (o assessor) havia colocado sem má intenção, algo errado, que não era a verdade. Pessoalmente, não estava nos meus planos buscar uma saída para poder jogar, mas agora que eu tenho que brigar por vaga na seleção, que todos os meus companheiros estão fazendo também em seus respectivos clubes, é isso que eu quero, é brigar para jogar no meu clube e poder ganhar o lugar tranquilamente na seleção também."

O peruano negou que esteja com vontade de sair do São Paulo, e destaca que nunca deitou o clube na mão, mesmo em momentos tensos, como foi boa parte da temporada passada. " Não dá para pensar em sair agora. O time teve um momento ruim jogando, e eu enfrentei, fiquei aqui, pus o peito, nunca deixei o São Paulo sozinho, nem eles a mim e nem os meus companheiros a mim. Se estou dentro dos planos do técnico e do clube, tenho que seguir lutando por esse espaço."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.