Reprodução/Instagram/@christian.cueva10
Reprodução/Instagram/@christian.cueva10

Cueva revela decepção ao saber que seria reserva: 'Pareceu que não sou importante'

Peruano pediu par não ser relacionado e causou mal-estar no bastidor do clube; Raí vê falta de comprometimento

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

23 Janeiro 2018 | 17h43

O meia Cueva, do São Paulo, utilizou as redes sociais para se explicar sobre a polêmica em que se envolveu nesta terça-feira. O peruano pediu para não ser relacionado para o duelo contra o Mirassol, o que irritou a diretoria tricolor. Em nota, o jogador se mostra desconfortável por ter sido avisado de que seria reserva contra o time do interior, depois de ter começado no banco contra o Novorizontino. Minutos depois de ter sido publicada, a mensagem foi apagada da conta oficial do atleta no Instagram.

Sondado, Cueva pede para não jogar e irrita Raí: 'Não está comprometido'

"Esperava começar jogando amanhã (quarta) para estar bem de ritmo e fisicamente para o jogo contra o Corinthians, porém por opção da comissão técnica, eu ia no banco de reservas, então me pareceu que não sou importante para o time", desabafou o atleta, que rebate a declaração de Raí de que o atleta estaria descomprometido com o São Paulo. "Estou tão comprometido que, na última partida, não estava programado eu ir para o jogo, e eu pedi para ir para ajudar o São Paulo, pois vínhamos de uma derrota."

O jogador ainda afirma que analisa propostas para deixar o São Paulo, mas que está à disposição para ajudar o clube - jogando, ele destaca. O São Paulo já negou uma proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita. O Krasnodar, da Rússia, também já sondou o meia. "Pedi para não viajar e analisar as propostas que chegaram para mim. Estou à disposição sempre para ajudar esse grande clube, jogando."

Cueva continua no CT tricolor e treinará sozinho até o retorno do elenco, que viaja a Mirassol para enfrentar a equipe local pela 3ª rodada do Campeonato Paulista.

O meia causou bastante mal-estar neste início ano depois de chegar seis dias atrasado para a pré-temporada. O meia alegou ter tido compromissos comerciais relacionados à Copa do Mundo, no Peru, mas a diretoria reclamou de ter sido avisada com pouca antecedência. O jogador foi multado, assim como no ano passado, quando também se reapresentou com atraso depois de ajudar a seleção peruana a se classificar para o Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.