AssCom Dourado
AssCom Dourado

Cuiabá acerta demissão do invicto Alberto Valentim na 1ª rodada do Brasileirão

Por nova regra do torneio, clube não poderá realizar nova troca de treinador até o último jogo

Redação, Estadão Conteúdo

29 de maio de 2021 | 22h39

Um jogo foi suficiente para derrubar o primeiro técnico no Campeonato Brasileiro. Alberto Valentim foi demitido do comando do Cuiabá após empate por 2 a 2 com o Juventude, neste sábado, na Arena Pantanal, em Cuiabá, na estreia do clube do Mato Grosso na elite do torneio nacional, competição que disputa pela primeira vez em sua história.

Alberto Valentim comandou o Cuiabá em 10 partidas, com sete vitórias e três empates, sendo oito pelo Campeonato Mato-Grossense, um na Copa do Brasil e um no Brasileirão.

O treinador vinha pressionando no cargo desde a eliminação na Copa do Brasil frente ao 4 de Julho-PI, nos pênaltis. As exibições medianas no Estadual, apesar do título, não aliviaram a situação do treinador, que não resistiu ao empate por 2 a 2 frente ao Juventude, em plena Arena Pantanal.

Com a decisão de demitir Alberto Valentim logo na primeira rodada, o Cuiabá terá que escolher o substituto com cautela, haja vista que o novo regulamento da CBF prevê apenas uma troca por clube participante do Brasileirão. O time do Mato Grosso só poderá fazer uma segunda mudança caso efetive um funcionário do clube para o cargo de treinador.

A expectativa é que um novo nome seja anunciado antes do duelo contra o Fluminense, marcado para o próximo domingo, às 11 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.