AssCom Dourado
AssCom Dourado

Cuiabá bate Chapecoense no fim e festeja primeira vitória na elite do Brasileirão

Apesar do triunfo, time do Mato Grosso permanece dentro da zona de rebaixamento, catarinense caem para a lanterna

Redação, Estadão Conteúdo

18 de julho de 2021 | 13h22

A primeira vitória da história do Cuiabá na elite do Campeonato Brasileiro saiu na manhã deste domingo. O time do Mato Grosso, enfim, desencantou ao derrotar a Chapecoense, de virada, pelo placar de 3 a 2, na Arena Condá, pela 12ª rodada, em duelo direto na briga contra o rebaixamento.

Apesar da vitória, o Cuiabá permanece dentro da zona de rebaixamento, agora com nove pontos. A Chapecoense, que caiu para a lanterna, segue como a única equipe que ainda não ganhou na competição. O time catarinense soma quatro pontos.

O primeiro tempo entre duas equipes foi quente. Ambos buscaram o gol insistentemente e fizeram um duelo muito interessante neste domingo. Em casa, a Chapecoense tomou a iniciativa e abriu o placar logo na primeira oportunidade. Aos 16 minutos, Geuvânio recebeu dentro da área, pela direita, limpou Uendel e chutou encobrindo o goleiro João Carlos.

O Cuiabá mostrou mais uma vez a reação imediata e empatou aos 18 minutos. Após boa trama, Felipe Marques aproveitou a sobra e jogou no travessão. Jenison pegou a sobra e só teve o trabalho de colocar no fundo das redes. Mas, na sequência, foi a vez da Chapecoense estragar a festa. Em cobrança de falta ensaiada, Busanello recebeu de Anselmo Ramon e soltou a pancada. João Carlos 'bateu roupa' e Ignácio guardou.

Na frente, a Chapecoense foi ditando o ritmo do duelo e controlou bem os avanços do Cuiabá, que acabou surpreendendo aos 47 minutos. Danilo Gomes deu belo passe para João Lucas, que invadiu a área e deu para Felipe Marques deixar tudo igual.

O segundo tempo foi mais equilibrado e com a pontaria um pouco menos afiada. A Chapecoense voltou melhor e chegou a pressionar, principalmente com os laterais Matheus Ribeiro e Busanello, mas o Cuiabá segurou como pôde, ganhou um fôlego e contragolpeou, sem ser muito eficaz.

Querendo vencer, Jair Ventura abriu mão do esquema de três zagueiros e alinhou a Chapecoense no esquema 4-3-3. O time catarinense cresceu em campo e amassou o Cuiabá, que se fechou e viu João Carlos salvar a equipe com grandes defesas, se recuperando da falha no tempo inicial.

No fim, o Cuiabá encontrou forças para atacar e marcou o terceiro aos 42 minutos. João Lucas fez grande jogada e colocou a bola na cabeça de Elton, que foi no segundo andar para testar firme para o gol, dando a primeira vitória do time do Mato Grosso na história da Série A.

Na próxima rodada, a Chapecoense enfrenta o Juventude na segunda-feira (26), às 18h, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). No mesmo dia, às 20h, o Cuiabá recebe o Corinthians, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 2 X 3 CUIABÁ

CHAPECOENSE - João Paulo; Felipe Santana, Ignácio e Derlan (Kaio Nunes); Matheus Ribeiro, Lima (Mike), Anderson Leite e Busanello; Fernandinho (Fabinho), Geuvânio (Felipe Baxola) e Anselmo Ramon (Perotti). Técnico: Jair Ventura

CUIABÁ - João Carlos; João Lucas, Marllon, Paulão (Anderson Conceição) e Uendel; Auremir (Yuri Lima), Uillian Correia e Clayson (Jonathan Cafu); Danilo Gomes (Elton), Felipe Marques e Jenison (Osman). Técnico: Jorginho.

GOLS - Geuvânio, aos 16, Jenison, aos 18, Ignacio, aos 22, e Felipe Marques, aos 47 minutos do primeiro tempo; Elton, aos 42 do segundo.

ÁRBITRO - Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

CARTÕES AMARELOS - Anselmo Ramon e Geuvânio (Chapecoense); Jenison e Paulão (Cuiabá).

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.