Divulgação/Cuiabá
Divulgação/Cuiabá

Cuiabá confirma a saída do treinador Marcelo Chamusca para o Fortaleza

Após saída de Rogério Ceni ao Flamengo, clube tricolor contrata técnico de time que boa campanha na Série B

Redação, Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2020 | 15h54

Marcelo Chamusca, de 54 anos, é o novo treinador do Fortaleza, que perdeu Rogério Ceni para o Flamengo na última terça-feira. A confirmação foi feita nesta quarta pelo Cuiabá, que vinha sendo dirigido pelo técnico há 13 meses. Dessa forma, ele não dirige os mato-grossenses, na Arena Pantanal, em Cuiabá, diante do Grêmio, pela rodada de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O clube ainda não informou quem vai estar no banco de reservas nesta noite.

O novo comandante tricolor é figurinha conhecida no futebol cearense e estava no Cuiabá há pouco mais de um ano - teve como principal feito o título da Copa Verde de 2019. Em 2015, levou o Fortaleza às quartas de finais da Série C do Campeonato Brasileiro. Já em 2017, ficou na terceira colocação da Série B com o Ceará, garantindo o acesso.

O Cuiabá aparece na terceira colocação da Série B, com 36 pontos em 20 jogos - Chapecoense, com 44, lidera, mas já realizou 21 partidas. O Fortaleza, por outro lado, é 11.º colocado no Brasileirão, com 24 pontos em 18 duelos - enfrenta o Bahia, nesta quarta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, em confronto atrasado da 18.ª rodada.

"O Cuiabá informa que o técnico Marcelo Chamusca recebeu e aceitou uma proposta do Fortaleza, que vai pagar a multa rescisória por quebra de contrato. Desta forma, o treinador, o seu auxiliar Caio Autuori e o preparador físico Roger Gouveia não fazem mais parte do Dourado", escreveu o clube do Mato Grosso nas redes sociais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.