reprodução/ Twitter
reprodução/ Twitter

Cusparada em adversário em jogo da Juventus custou convocação de Douglas Costa

Tite afirma ser importante manter a disciplina na seleção; atleta também foi punido no Campeonato Italiano

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

21 de setembro de 2018 | 13h10

O atacante Douglas Costa, que chegou a se destacar em alguns jogos da Copa do Mundo da Rússia, ficou de fora da seleção brasileira para os amistosos diante de Arábia Saudita e Argentina, respectivamente nos dias 12 e 16 de outubro, em solo árabe, devido à cusparada que deu em um adversário no último final de semana em partida da Juventus. O ato de indisciplina acabou rendendo punição ao atacante na Itália.

Douglas Costa foi suspenso por quatro jogos no Campeonato Italiano por ter cuspido no rosto de Federico Di Francesco, do Sassuolo. O brasileiro também tentou acertar uma cotovelada e esboçou uma cabeçada no mesmo rival. Por isso, acabou sendo expulso de campo nos instantes finais da partida.

Nesta sexta, logo após anunciar a lista de convocados para os dois próximos amistosos da seleção, Tite declarou que o atacante ficou de fora pela cusparada, associada também a uma lesão sofrida esta semana em jogo da Liga dos Campeões. "Douglas Costa não foi convocado pelos dois fatores: lesão e incidente. Incidente, ou acidente, não sei, ou ato de indisciplina. Tenho que tomar cuidado com o adjetivo. Ato de indisciplina ou falta de disciplina", afirmou Tite.

Segundo o treinador, o fato de ter chamado 13 atletas que estiveram na Copa do Mundo, mesmo número da última convocação, foi mera coincidência. "Todos os atletas que foram à Copa estão habilitados a estarem de volta. As oportunidades vão surgindo e é o desempenho que vai determinar", considerou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.