D. Elza promove chás com as mulheres

Antônio Lopes apelou para sua mulher para tentar fazer o Corinthians tetracampeão brasileiro. Elza passou a promover chás com as mulheres dos jogadores.?É uma maneira de deixar o grupo unido. As esposas trocam idéias e revelam problemas dos maridos. O resultado é que cada um passa a ajudar o outro. Nos transformamos em uma família?, diz Lopes. O treinador já havia autorizado a viagem de um parente de cada atleta para Goiás. Tudo para deixar o clima da concentração o mais respeitável possível. Não há o menor espaço para o assédio de ?marias-chuteiras? na hora da decisão.Embora dona Elza tenha a fama de discutir esquemas táticos com o marido, Lopes desmente. ?Ela assiste tudo o que falam sobre mim. Recorta jornais com matérias dos adversários. É uma companheirona. Mas é mentira essa história de discutir taticamente comigo. Ela não entende droga nenhuma de futebol ! Nunca entendeu. Isso é folclore.?

Agencia Estado,

02 de dezembro de 2005 | 18h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.