Divulgação
Divulgação

Da defesa ao ataque, Botafogo foi destaque na Série B do Brasileiro

Jefferson e Navarro lideraram a equipe no acesso

THIAGO WAGNER, O Estado de S. Paulo

10 de novembro de 2015 | 23h45

Pela presença na seleção brasileira e por não ter deixado o clube após a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro, o goleiro Jefferson é a melhor representação do acesso do Botafogo. Liderados pelo arqueiro de 32 anos, o clube carioca conseguiu manter uma defesa difícil de ser batida. No entanto, Jefferson não carregou o time nas contas. Contou com outros companheiros que também se destacaram bem com a camisa alvinegra.

Um deles foi outro responsável pelo bom momento da defesa. Com 35 jogos na competição, o zagueiro Renan Fonsenca foi o ponto de segurança não só da retaguarda, mas também do time como um todo. O defensor foi o botafoguense que mais jogou na Série B, presente em todas as rodadas do campeonato.

Na criação, Willian Arão e Daniel Carvalho apareceram bem. O volante mostrou seu lado artilheiro e acabou marcando quatro gols na campanha. Arão ainda foi o líder de desarmes da equipe na Série B, segundo o Footstats. Já Daniel encontrou a sua redenção com a camisa carioca depois de aproximadamente dois anos sem atuar profissionalmente. O meia esteve presente em praticamente toda a campanha alvinegra e tornou-se fundamental para o acesso com assistências importantes para os companheiros.

No ataque, o destaque vai para o uruguaio Álvaro Navarro, que marcou nove gols, sendo o artilheiro do Botafogo. Entre os gols mais importante na campanha, está aquele feito contra o Vitória, em Salvador. O clube carioca acabou vencendo o confronto por 2 a 1. Navarro ainda foi destaque por marcar três gols na goleada por 4 a 0 sobre o Atlético Goianiense, em setembro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.