Dagoberto é a dúvida no Atlético-PR

A boa movimentação e principalmentea garra mostrada pelo Atlético Paranaense no empate com oFigueirense, por 1 a 1, deixou o técnico Osvaldo Alvarez, oVadão, satisfeito e ele deve manter o mesmo time para o jogodeste domingo, às 16 horas, contra o Fortaleza, no EstádioPresidente Vargas, em Fortaleza, com três zagueiros e doisvolantes.Mas o técnico depende da recuperação do atacante Dagoberto que,no último treino em Curitiba, sentiu dores no calcanhar do pédireito. Para dificultar um pouco as coisas, o atacante Ilanvoltou a sentir uma contusão na coxa direita e, como tinhaacontecido quarta-feira, nem viajou com o time. Assim, oAtlético deve continuar com apenas um atacante, que deve serRicardinho, caso Dagoberto não se recupere. Para não perdermuito espaço no ataque, Adriano deverá jogar mais à frente.Contra o Figueirense, Vadão reconheu que a falha do time foi o"detalhe final". Para o técnico atleticano, o Fortaleza é um timeperigoso, por ter mantido a base que o fez subir à primeiradivisão e atuar bem em sua casa. Mas ele espera uma boaapresentação do Atlético que vem conseguindo um melhorentrosamento.A equipe deve jogar com Diego; Igor, Tiago e Rogério Corrêa;Alessandro, Leomar, Luciano Santos, Kléberson e Ivan; Dagoberto(Ricardinho) e Adriano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.