Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Dagoberto estreia com gol e Vasco goleia o Nova Iguaçu

Cruzmaltino faz 5 a 1 jogando no Estádio São Januário

SÍLVIO BARSETTI, Estadão Conteúdo

15 Março 2015 | 18h17

O estreante Dagoberto deixou sua marca na goleada do Vasco por 5 a 1 sobre o Nova Iguaçu, na tarde deste domingo, em São Januário, e ajudou seu time a recuperar a liderança isolada do Campeonato Carioca, agora com 26 pontos. O Vasco iniciou a rodada em primeiro lugar, mas tinha sido ultrapassado no sábado pelo Flamengo, que venceu o Tigres. No próximo domingo, Vasco e Flamengo disputam clássico que deve lotar o Maracanã.

Mesmo sem ritmo de jogo, Dagoberto alegrou a torcida. O melhor, em campo, no entanto, foi Gilberto. Ele também fez um gol e participou dos lances que resultaram em mais dois gols. Ambos foram os mais aplaudidos pelo público, que compareceu em bom número - mais de 11 mil pagantes.

"Muito bom estrear com gol. Sei que fui uma peça importante no jogo. Fizemos o que conversamos durante a semana", declarou Dagoberto, que demonstrou cansaço no final da partida.

O Vasco decidiu a partida no primeiro tempo, quando fez quatro gols. O zagueiro Luan e o volante Serginho também marcaram para o time da casa. Marlon descontou e Cleyton fez gol contra. O lance mais vistoso foi o do gol de Dagoberto. Ele aproveitou uma bola perdida na área, ajeitou-a e completou ao virar o corpo. No segundo tempo, o time diminuiu o ritmo. Com a derrota, o lanterna Nova Iguaçu ficou mais próximo do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 5 X 1 NOVA IGUAÇU

VASCO - Martin Silva; Madson, Luan (Douglas Silva), Anderson Salles e Cristiano; Serginho (Lucas), Guiñazu. Julio dos Santos e Jhon Cley; Dagoberto e Gilberto (Thalles). Técnico - Doriva.

NOVA IGUAÇU - Jefferson; Yan (Cleyton), Anderson, Jorge Felipe e Rodrigues; Paulo Henrique, Filipe (Rodrigo Cesar), Glauber (André Mello) e Marlon; Dieguinho e Dudu. Técnico - René Weber.

GOLS - Gilberto, aos 10, Luan, aos 18, Dagoberto, aos 33, Serginho, aos 39, e Marlon, aos 42 minutos do primeiro tempo. Cleyton (contra), aos 24 do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodrigo Nunes de Sá.

CARTÃO AMARELO - Anderson e Jorge Felipe.

RENDA - R$ 231.220,00.

PÚBLICO - 11.863 pagantes.

LOCAL - São Januário, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.