Dagoberto tem nova função tática na Sub-23

Mesmo com o baixo desempenho durante a conquista do título de campeão Mundial da categoria sub-20, nos Emirados Árabes, o atacante Dagoberto, do Atlético-PR, foi um dos três atacantes escolhidos pelo técnico da seleção sub-23, Ricardo Gomes, para ser o titular da equipe durante o Torneio Pré-Olímpico do Chile, entre os dias 7 e 25 de janeiro. Agora, o jogador quer aproveitar a oportunidade e provar que tem condições de exercer a nova função tática pedida pelo treinador. Na seleção sub-20, Dagoberto tinha liberdade para criar jogadas ofensivas pela direita do campo, com o objetivo de lançar bolas para o atacante Nilmar. Na sub-23 caberá ao atacante do Atlético-PR ficar mais fixo na área. Enquanto Daniel Carvalho atuará pela esquerda e Robinho pela direita. "O Ricardo Gomes conversou comigo e pediu para que eu ficasse no meio e deixasse o Daniel e o Robinho pelas laterais do campo", disse Dagoberto, que durante o Mundial sub-20 ainda se recuperava de uma contusão no tornozelo direito, o que prejudicou seu desempenho. "Ele também me pediu para que ajudasse na marcação. Assim nossos jogadores de defesa não ficarão sobrecarregados." Após passar as festas de final de ano com suas famílias, os jogadores da seleção brasileira embarcam sexta-feira rumo a Concepción, local da primeira fase do evento. No total, dez equipes estarão disputando uma das duas vagas da competição para os Jogos Olímpicos de Atenas e o Brasil estréia dia 7 contra a Venezuela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.