Ricardo Duarte / Internacional
Ricardo Duarte / Internacional

D'Alessandro admite 'jogo horroroso' do Inter, mas valoriza ponto fora de casa

Guto Ferreira tem discurso parecido após empate em 0 a 0 com o Boa Esporte

Estadão Conteúdo

18 Outubro 2017 | 09h42

O meia D'Alessandro esbanjou sinceridade ao comentar a fraca atuação do Internacional no empate por 0 a 0 com o Boa, na noite desta terça-feira, em Varginha (MG), pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador argentino admitiu que sua equipe ficou devendo um futebol muito melhor, mas ele exaltou a importância de ter somado um ponto fora de casa nesta campanha na qual o clube gaúcho busca assegurar seu retorno à elite nacional.

+ América-MG não aproveita tropeço do Inter e só empata com Brasil-RS

"Eu parei aqui para falar que foi horroroso nosso jogo. Tem que ser sincero. Arrancamos o empate na força, no primeiro tempo, a gente jogou mal, não encaixamos a marcação. Tiramos um empate importantíssimo que nos dá uma tranquilidade, mas para o próximo jogo temos que melhorar", afirmou o meio-campista, em entrevista coletiva, já projetando o duelo diante do Criciúma, no sábado, novamente fora de casa, pela 31ª rodada da Série B.

Para D'Alessandro, todo o time do Inter esteve "abaixo do normal" neste confronto diante do Boa e, tendo em vista o nível de atuação muito ruim, o ídolo colorado reconheceu: "O empate é muito bom pelo que a gente jogou".

O técnico Guto Ferreira, por sua vez, seguiu a mesma linha de discurso de D'Alessandro ao analisar o desempenho dos seus comandados, mas também fez questão de valorizar o ponto somado fora de casa.

"Eu também concordo que a gente ficou abaixo do que vinha jogando. No todo, somar pontos é importante. Não foi o pior resultado. Estamos levando um ponto que pode fazer diferença", disse o treinador, em entrevista coletiva.

Apesar do 0 a 0 em Varginha, o Inter se manteve na liderança isolada da Série B do Brasileirão, com 58 pontos, três à frente do vice-líder América-MG, que em outro duelo disputado na noite de terça-feira empatou pelo mesmo placar com o Brasil de Pelotas, também atuando como visitante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.