Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

D'Alessandro diz que não vai festejar caso marque gol no River Plate

Jogador do Internacional mostra respeito pelo time no qual ele foi formado

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de abril de 2019 | 21h26

D'Alessandro vai viver uma quarta-feira especial, quando o Internacional enfrentar o River Plate pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, às 19h15, no Beira-Rio. Afinal, estarão se enfrentando o time no qual ele foi formado como jogador e a equipe que defende desde 2008, com apenas uma breve saída em 2016 exatamente para atuar no tradicional clube argentino.

Apesar de afirmar que vai defender com todas as forças a camisa do time gaúcho, o meia revelou que não vai festejar um eventual gol. "Não vou comemorar. Ainda nem sei quem jogará, mas não comemoraria por todo o respeito ao River. Acho que o torcedor do Inter entenderia muito bem porque o inverso seria igual", disse o argentino, em entrevista coletiva nesta terça-feira, que durou 45 minutos e teve a presença de vários jornalistas do seu país.

Recuperado de uma lesão na coxa esquerda e à disposição do técnico Odair Hellmann, D'Alessandro comparou os times e revelou que torceu para que o River não caísse no grupo do Internacional.

"São duas equipes muito parecidas. Primeiro as cores, vermelho e branco. Houve um ano que usamos uma camisa branca com a listra na diagonal. Os estádios são muito parecidos, circulares. São duas equipes com uma história muito bonita, legal, com estádios à beira do rio. Eles fazem parte da minha vida. É emocionante. Mexerá comigo, sem dúvida alguma. Dentro do possível, tentarei me manter concentrado no jogo. Será muito importante", ressaltou.

O Internacional é o líder do Grupo A da Libertadores, com seis pontos, seguido pelo River, que soma apenas dois. Palestino e Alianza Lima têm um ponto cada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.