Alexandre Lopes/Divulgação
Alexandre Lopes/Divulgação

D'Alessandro escapa de punição por críticas no Gre-Nal

Meia corria risco de ser suspenso por até seis jogos

Agência Estado

20 de fevereiro de 2014 | 20h52

PORTO ALEGRE - O meia D'Alessandro escapou desta quinta-feira do risco de ser suspenso por até seis partidas pelas críticas feitas ao árbitro do clássico entre Grêmio e Internacional, que terminou empatado por 1 a 1, no dia 9 de fevereiro. Em julgamento do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul, o argentino recebeu apenas uma advertência.

D'Alessandro havia sido denunciado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que trata de "conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva", no inciso 2º, ponto II, que versa sobre "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões".

O argentino foi denunciado por ter declarado que o Inter foi "roubado" no Gre-Nal, reclamando do pênalti marcado por Leandro Vuaden no clássico para o Grêmio, num lance em que a bola tocou na mão do zagueiro Paulão Caveirão, o que acabou definindo o empate por 1 a 1.

Além de D'Alessandro, o tribunal também livrou o Grêmio de uma punição. O clube foi julgado nesta quinta-feira porque um chinelo foi arremessado no gramado da Arena Grêmio durante a partida.

Mesmo liberado, D'Alessandro não deve entrar em campo na partida contra o Veranópolis, domingo, fora de casa, pelo Campeonato Gaúcho, pois o técnico Abel Braga indicou que poupará os titulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.