Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

D'Alessandro valoriza papel da torcida após classificação do Inter

Equipe gaúcha eliminou o Nacional com uma vitória por 2 a 0, no Beira-Rio

Redação, Estadão Conteúdo

31 de julho de 2019 | 22h14

A saudação à torcida feita pelos jogadores do Internacional ao final da vitória por 2 a 0 sobre o Nacional, do Uruguai, na noite desta quarta-feira, traduziu bem a sintonia entre os dois lados no Beira-Rio. Na avaliação do meia D'Alessandro, a união foi importante para garantir a classificação tranquila às quartas de final da Copa Libertadores, em partida na qual o time teve o domínio desde o início e quase não sofreu no campo de defesa.

"O torcedor sabe que nós precisamos dele. Libertadores é uma coisa que gera isso no torcedor, gera uma expectativa muito grande, e ele está nos acompanhando, isso é o mais importante", afirmou o argentino, que teve o nome gritado nas arquibancadas e correspondeu com acenos e aplausos.

E o ídolo colorado enalteceu o papel da torcida do Inter após o jogo em que o Beira-Rio teve quebrado, pela segunda vez no ano, o seu recorde de público em partidas realizadas no estádio desde a sua reinauguração, em 2014. O confronto desta quarta-feira recebeu 48.530 pessoas e superou a marca registrada em 3 de abril, quando 47.012 presentes acompanharam o empate do Inter com o River Plate pela primeira fase desta Libertadores.

Autor do passe que resultou no gol de Rodrigo Moledo no primeiro tempo do duelo desta quarta-feira, D'Alessandro foi um dos destaques do Inter ao lado de Nico López, eleito o melhor em campo pela Conmebol. O atacante uruguaio, no entanto, poderia ter saído mais satisfeito de campo, uma vez que teve dois gols anulados e chegou ao 19º jogo seguido sem marcar.

"É muito difícil quando o atacante não faz gol. Sou muito bom em fazer gol e fico triste porque não estou conseguindo fazer. O importante é que o time está ganhando e uma hora o gol vai voltar. Meus companheiros me deram confiança e o treinador me manteve no time, isso é o que importa", destacou Nico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.