Caio Storti/Agência O Dia/Estadão
Caio Storti/Agência O Dia/Estadão

Damião obtém vitória na Justiça e pode deixar o Santos sem multa

Clube aguardava o atacante para a pré-temporada

O Estado de S.Paulo

07 de janeiro de 2016 | 17h02

O atacante Leandro Damião está novamente livre para assinar um contrato com qualquer clube depois de conseguir uma decisão favorável nesta quinta-feira na disputa judicial com o Santos. Uma correição parcial do Tribunal Superior do Trabalho (TST) derrubou a decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) que obrigava o atacante a pagar até 200 milhões de euros (R$ 875 milhões) para deixar o Santos. Para transações nacionais, a multa era de R$ 200 milhões.

O Santos esperava Leandro Damião para a pré-temporada e prometia multar o atacante em caso de novas ausências. Os defensores do atleta afirmavam que ele não tem motivos para voltar à Vila Belmiro por não ter vínculo contratual com a equipe. Na última quarta-feira, quando o Santos voltou de férias, o atacante não apareceu para treinar.

A rescisão de Leandro Damião com o Santos foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF em dezembro. O Internacional era um dos candidatos a recontratar o camisa 9. Damião foi contratado pelo Santos por R$ 42 milhões, com a ajuda do Doyen Sports, no início de 2014.  

Damião entrou na justiça por atraso no pagamento de salários. Para os representantes do atleta, o Santos deve dois anos de direitos de imagem, três meses de salário na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e cinco meses de fundo de garantia.   

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSantos FCDamião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.