REUTERS/Albert Gea
REUTERS/Albert Gea

Daniel Alves se despede do Barcelona: 'Encerra-se um ciclo e começa outro mais desafiador'

Lateral-direito de 39 anos publica longa mensagem nas redes sociais confirmando a saída do clube espanhol

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2022 | 16h44

A segunda passagem de Daniel Alves pelo Barcelona chegou ao fim. O jogador de 39 anos publicou uma longa mensagem de despedida nas redes sociais nesta quarta-feira, na qual agradeceu torcedores e funcionários do clube. Segundo o jornal espanhol Sport, o brasileiro foi informado pela manhã de que não faz parte dos planos do clube para a próxima temporada.

"Agora sim chegou a hora da nossa despedida. Foram mais de oito anos dedicados a esse clube, a essas cores, à essa casa. Mas como tudo na vida, os anos passam, os caminhos se desviam, e as histórias são escritas por algum momento em lugares diferentes. Tentaram me despedir, mas não conseguiram, mas vocês podem imaginar o quanto sou resistente e resiliente", escreveu o jogador, aos "risos", na postagem feita em sua conta no Instagram.

Ainda de acordo com o Sport, o Barcelona tinha a intenção de estender o vínculo com Daniel Alves, que se encerra neste mês, até dezembro - com opção de renovar automaticamente por mais seis meses, até junho de 2023. No entanto, a diretoria foi demovida da ideia após o técnico Xavi Hernández dizer que ele teria poucos minutos na próxima temporada. 

"Passaram muitos anos até que o futebol e a vida decidiram me dar a oportunidade de voltar para dizer adeus. Encerra-se um ciclo e começa outro mais desafiador", concluiu Dani Alves. Ele deixou o São Paulo antes de voltar ao Barcelona, para sua segunda passagem. Na primeira, atuou ao lado de Messi. No time do Morumbi, não foi bem. Sua contratação e estadia foram cheias de problemas.

A segunda passagem do brasileiro pelo Barcelona foi discreta, com o jogador ficando a maior parte do tempo no banco de reservas. O veterano acertou o seu retorno para o Barça em novembro do ano passado, após conturbada saída do São Paulo. O atleta desejava se manter jogando em alto nível para ter uma chance com Tite na Copa do Mundo do Catar, mas foram apenas 17 jogos, com quatro assistências e nenhum gol marcado. Ele encerra sua trajetória na equipe catalã como o recordista de títulos. Foram 43 taças erguidas em nove temporadas, tendo como destaque os três troféus da Liga dos Campeões, e seis do Campeonato Espanhol.

Titular nos amistosos da seleção brasileira contra Coreia do Sul e Japão, o veterano deve receber propostas na próxima janela de transferências, que abre em julho. Ele disputa a titularidade com Danilo, da Juventus, que se recupera de lesão no pé, e busca se manter ativo até o Mundial antes de pensar na aposentadoria. Tite acena com a possibilidade de levá-lo para o Catar. Ainda não está decidido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.