Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Daniel Alves diz que se sentiu 'menosprezado' no Barcelona

Lateral brasileiro considera proposta de renovação desrespeitosa

Estadão Conteúdo

25 de maio de 2015 | 10h52

Depois de ter sido campeão espanhol, Daniel Alves pode estar prestes a conquistar mais dois títulos e se consagrar junto com o Barcelona neste fim de temporada do futebol europeu. Além de disputar a final da Copa do Rei no próximo sábado, contra o Athletic Bilbao, ele também tentará ajudar o time a faturar mais uma Liga dos Campeões no próximo dia 6 de junho, contra a Juventus, em Berlim.

Estes dois duelos, porém, deverão ser os dois últimos do lateral brasileiro com a camisa do Barça, no qual ele afirmou nesta segunda-feira, em entrevista coletiva, que se sentiu "menosprezado" ao receber uma proposta de renovação de contrato que ele considerou desrespeitosa, tendo em vista a sua história vitoriosa na equipe que defende desde a temporada 2008/2009 do futebol europeu.

Embora tenha evitado cravar a sua saída, ele ressaltou ter recebido várias propostas de outros clubes e, admitiu que as mesmas são melhores do que a oferta de renovação contratual que o Barcelona lhe fez. "Não vou nem comparar as ofertas que recebi com a que o Barcelona fez, porque o time que me deu tanta alegria perderia de goleada", disse Daniel Alves, afirmando ser "uma incógnita se seguirá no clube".

O atleta se irritou recentemente com o fato de o Barcelona ter lhe oferecido um contrato de produtividade, embora o clube tenha aceitado o seu desejo de renovar o compromisso por três anos. "Fui menosprezado! Estou 200% com o time, e menos de 10% com o clube", afirmou, magoado com o tratamento que recebeu da diretoria do clube.

Daniel Alves, entretanto, assegurou estar bastante motivado para ajudar o Barça a conquistar a Copa do Rei e a Liga dos Campeões e assim, muito provavelmente, fechar em grande estilo a sua passagem pelo clube. "Tenho contrato até 30 de junho, e pela gente que me quer e me admira, por respeito a ele, só penso em desfrutar nas finais e fazer o melhor que posso. Tenho ilusão e desejo, espero que voltemos a fazer história com este clube", projetou.

E a entrevista coletiva desta segunda-feira não deixou de ter um tom de despedida. "Este clube sempre estará em meu coração. Pelo momentos que vivi e espero seguir vivendo até 30 de junho", disse Daniel Alves, que também enalteceu que "foi uma honra" ter atuado ao lado de Xavi, lenda do clube que está se despedindo após 17 temporadas.

Já ao projetar a decisão da Liga dos Campeões, o lateral ressaltou que o Barça "deve ter muito cuidado". "A Juventus é um time muito bem trabalho, com grandíssimos jogadores. Eliminou o atual campeão da Liga dos Campeões. Pensamos que será muito duro, digno de uma final. Para chegar a uma final é preciso trabalhar mucho e ter muito compromisso. Devemos estar atentos aos detalhes", destacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.