Daniel Alves ironiza e pede desculpas a quem se molhou após revolta

Lateral do Barcelona ficou bastante irritado com substituição diante do Manchester City e chutou um copo d'água para desabafar 

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2015 | 14h34

Substituído no segundo tempo do jogo desta terça-feira contra o Manchester City, Daniel Alves saiu de campo irritado e chutou uma garrafa d'água que estava na entrada da escada que dá acesso ao banco de reservas. O gesto causou repercussão na Espanha, pois mostraria o descontentamento do lateral com o técnico Luis Enrique, no Barcelona.

Nesta quarta-feira, Daniel Alves recorreu à sua conta no Istagram para comentar a situação e usou de aparente ironia: "Se errei contem peço perdão, principalmente às pessoas a quem pude causar algum prejuízo. Neste caso, alguém que acabei molhando", escreveu ele, antes de ilustrar o texto com um emoji de um rosto com a língua de fora. 


O jogador também falou sério: "Não permitirei que nada manche minha passagem pelo clube. Sempre sou responsável por minhas atitudes, sejam elas boas ou não tão boas. Vivo esta profissão como alguém que ama o que faz e que a defende como a sente", escreveu.Daniel Alves já indicou que não deve renovar com o Barcelona, mas garante que segue se dedicando ao clube catalão. "Não sei quanto durará minha relação com este clube, mas, enquanto faça parte dele, os meus estarão muito orgulhosos da minha dedicação, da minha entrega e da minha fora de entender como se deve encarar um sonho e transformá-lo em realidade."

O lateral completou: "Que siga o baile, as broncas, os acertos, as vaias, os aplausos, os erros, os amores, a paixão. Porque, afinal, sem isso o que seria essa profissão?. Tire cada um a sua conclusão".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.