Daniel Alves marca, mas Juventus leva gol no fim e só empata com a Atalanta

Time de Turim segue tranquilo na liderança com 84 pontos

Estadao Conteudo

28 de abril de 2017 | 17h55

O técnico Massimiliano Allegri escalou força máxima para a partida desta sexta-feira, contra a Atalanta, fora de casa, pela 34ª rodada do Campeonato Italiano. Ainda assim, com a semifinal da Liga dos Campeões marcada para a próxima quarta, a Juventus foi sonolenta e só empatou por 2 a 2. Um dos gols foi marcado pelo lateral-direito brasileiro Daniel Alves.

Apesar do resultado, o time de Turim segue tranquilo na liderança com 84 pontos, nove a mais do que a vice-líder Roma, que encara a Lazio no clássico da capital italiana deste domingo. Já a Atalanta está em quinto, com 64 pontos.

O jogo desta sexta-feira começou morno e a Juventus só foi criar as primeiras chances a partir dos 30 minutos - a primeira com Higuaín e a segunda com Cuadrado. Era pouco para um time classificado à semifinal da Liga dos Campeões, à decisão da Copa da Itália e líder disparado do Italiano.

E a situação ficou ainda pior aos 44 do primeiro tempo: após bate-rebate na área, a zaga da Juventus afastou mal, Andrea Conti recebeu cruzamento e apareceu livre na segunda trave para escorar e abrir o placar.

Logo aos cinco minutos da etapa final, contudo, Pjanic levantou bola na área e Leonardo Spinazzola, contra, empatou para a Juventus. O gol fortuito, enfim, animou a equipe de Turim.

E, após desperdiçar boas oportunidades, especialmente com Khedira, o time de Massimiliano Allegri virou com Daniel Alves, de cabeça, aos 38. Mas ainda deu tempo para Remo Freuler, aproveitando confusão na área, aos 44, empatar para a Atalanta.

Agora, novamente fora de casa, a Juventus tem um dos mais importantes jogos da temporada, quarta-feira, quando encara o Monaco pelo jogo de ida da semifinal da Liga dos Campeões.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolfutebolDaniel Alves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.