Gustau Nacarino/Reuters
Gustau Nacarino/Reuters

Daniel Alves quis doar fígado no transplante, diz Abidal

Lateral francês luta contra um tumor na região desde 2011

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2013 | 19h29

BARCELONA - O defensor Eric Abidal revelou neste domingo que o lateral-direito brasileiro Daniel Alves, seu antigo companheiro no Barcelona, chegou a se oferecer para doar para ele parte de seu fígado para um transplante. O caso ocorreu no ano passado, quando o jogador francês, atualmente no Monaco, lutava contra um tumor hepático e precisou ser operado.

Em entrevista a uma rádio espanhola, Abidal contou que Daniel Alves "queria me dar seu fígado, mas não podia" - não houve compatibilidade entre os dois para o transplante. No fim, o doador acabou sendo um primo do jogador francês.

Atualmente com 34 anos, Abidal enfrentou uma longa luta para se livrar do problema hepático. Com tumor no fígado, ele passou por uma cirurgia em março de 2011. Voltou a jogar alguns meses depois, mas precisou sofrer um transplante em março de 2012. Seu retorno ao futebol aconteceu já em 2013, jogando um pouco no final da temporada do Barcelona.

Com o fim do seu contrato com o Barcelona, onde tinha chegado em 2007, Abidal se transferiu nesta temporada para o Monaco. Jogando novamente com regularidade, e em alto nível, ele também já voltou a ser convocado pela seleção francesa.

Recentemente, Abidal chegou a reclamar da falta de apoio do Barcelona quando esteve doente, chegando a dizer que ficou sem receber salários durante um período. Neste domingo, porém, ele descartou qualquer mal-estar com o clube espanhol. "Não tenho nenhuma problema com o Barcelona. Vou voltar para lá com a mesma alegria de sempre", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.