Daniel Carvalho foi o destaque do Brasil

A vitória por 3 a 0 sobre a Colômbia valeu para a seleção brasileira apenas pelo resultado, importante por levar a equipe ao quadrangular final e manter aceso o sonho olímpico. Mas o Brasil voltou a jogar mal, desta vez diante de um adversário limitado e que nem um estádio cheio de torcedores a empurrá-lo teve a seu favor. Taticamente, o time foi confuso. Individualmente, nenhum jogador teve atuação que mereça destaque.O melhor da seleção foi Daniel Carvalho, substituto do suspenso Diego. Teve uma atuação razoável no geral, fazendo algumas boas jogadas e sendo o responsável pelos principais lances do ataque brasileiro. E, outra qualidade importante no time neste momento, mostrou muita disposição e garra. Dudu Cearense, outro que estava no banco - entrou em lugar de Fábio Rochemback -, também lutou bastante.A atuação do Brasil neste domingo foi um novo sinal de alerta. Até porque, o próximo adversário é a Argentina, na quarta-feira.

Agencia Estado,

18 de janeiro de 2004 | 20h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.