Daniel Carvalho se diz envergonhado com derrota do Botafogo

O Botafogo continua líder da Série B do Campeonato Brasileiro, com aproveitamento de pontos beirando os 75%, mas a torcida não tem motivos para sorrir neste domingo. Afinal, no sábado a equipe alvinegra levou 4 a 2 do Macaé, sofreu seu mais doído revés da temporada, e voltou ao Rio envergonhada.

Estadão Conteúdo

28 de junho de 2015 | 10h16

"Encaro como uma grande vergonha. Não pode tomar três gols no primeiro tempo. Todo mundo sabe que deixamos a desejar, foi vergonhoso. Mas não podemos achar que, por causa de uma derrota, está tudo errado. Ainda estamos na liderança", comentou o meia Daniel Carvalho.

O jogador, um dos mais experientes do elenco, sabe que agora o Botafogo vai ter que lidar com a insatisfação do torcedor. "Temos que pegar isso de lição, aceitar e trabalhar. Nos resta trabalhar. Aqui é uma cambada de homens, ninguém vai se lamentar. É trabalhar, se esforçar mais."

Já o técnico René Simões ainda encontrou um ponto positivo da derrota: ela não foi tão feia assim. "O bom foi voltar depois de 3 a 0, que não é fácil, com personalidade, e fazer dois gols", disse o treinador, lembrando que "a derrota teria que chegar": "Vamos aprender com o que aconteceu hoje (sábado). Não se pode tomar três gols."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.