Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Danilo celebra ausência de Messi em amistoso da seleção: 'Negativo para eles'

Brasil entra em campo contra equipe argentina nesta terça-feira, às 15 horas (horário de Brasília), na Arábia Saudita

Estadão Conteúdo

14 Outubro 2018 | 16h26

Provável titular na seleção brasileira que encara a Argentina na próxima terça-feira, em amistoso que será disputado em Jeddah, na Arábia Saudita, o lateral Danilo celebrou a ausência de Lionel Messi. O jogador fez questão de elogiar o elenco do adversário, mas admitiu ver com bons olhos o desfalque do craque do Barcelona.

"Se o Messi não está jogando, é um diferencial negativo para eles. Ele tem uma qualidade inigualável. É claro que a motivação contra ele está nas alturas, é preciso estar concentrado o tempo todo para enfrentá-lo. Mas temos que deixar isso de lado e pensar que é a Argentina", declarou neste domingo.

Se a Argentina não terá Messi, o Brasil conta com Neymar para tentar bater o rival. "São grandíssimos jogadores, fazem coisas de outro nível em suas equipes. Nós contamos com o Neymar e esperamos que na terça ele possa ser muito feliz para nos ajudar", comentou Danilo.

Será um confronto de duas equipes bastante renovadas. Se do lado brasileiro nomes como Walace, Pablo, Arthur, Richarlison, entre outros, são novidades, na Argentina, além de Messi, não estarão Agüero, Di María e outros medalhões. Mesmo assim, Danilo exaltou a importância do clássico, principalmente depois de amistosos com rivais de menos peso, como Arábia Saudita, Estados Unidos e El Salvador.

"Eu concordo que este amistoso é um pouco diferente do nível dos últimos, mas também acho importante para os novos jogadores entenderem quão grande é jogar pela seleção e enfrentar times do nível da Argentina", considerou.

Tite fechou o treino tático realizado neste domingo, já em Jeddah, mas deve levar o Brasil a campo na terça com: Alisson; Danilo, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Casemiro, Fred (Arthur), Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Roberto Firmino.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.