Comunicação/Vila Nova
Comunicação/Vila Nova

Danilo, ex-Corinthians e São Paulo, rescinde com o Vila Nova

Paciência da torcida com o veterano acabou após pênalti perdido contra o Juventude, pela Copa do Brasil

Redação, Estadão Conteúdo

15 de maio de 2019 | 18h02

Anunciado como "presente de natal" pela diretoria do Vila Nova no fim de 2018, Danilo teve seu contrato rescindido nesta quarta-feira. O meia de 39 anos não rendeu o esperado e vinha sendo bastante criticado pela torcida desde a eliminação na Copa do Brasil, para o Juventude, na semana passada.

O erro diante do clube gaúcho na disputa por pênaltis foi a gota d'água para a torcida, que recebeu Danilo com desconfiança por conta da sua passagem pelo rival Goiás ainda no início da carreira. Em cinco meses no Vila Nova, o meia disputou 15 partidas e marcou três gols.

Campeão mundial por São Paulo e Corinthians, onde estava desde 2010 antes de não ter seu contrato renovado no fim do ano passado, Danilo passou também pelo Kashiwa Antlers, do Japão. Recentemente, o meia revelou que pretende encerrar a carreira em dezembro.

Existe ainda a possibilidade de outros jogadores serem dispensados pela diretoria, que vem planejando uma reformulação desde a eliminação na Copa do Brasil. O presidente Ecival Martins vai conceder uma entrevista coletiva nesta quinta-feira em que deve comentar o assunto.

Ainda sem vencer na Série B, o Vila Nova está na 15ª colocação, com dois pontos, e volta a campo no sábado, diante do líder Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, pela quinta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.