Danilo também vira problema para São Paulo

Em vez de jogadores, o São Paulo deveria reforçar o seu quadro de advogados em 2004. Os problemas jurídicos se acumulam. Não bastassem as brigas entre LG e Siemens, que obrigam a equipe atuar sem a estampa do patrocinador principal nas camisas, e a primeira vitória do Atlético-MG impedindo a apresentação de Cicinho, outra contratação se mostra problemática.A direção do Goiás alega que Danilo tem vínculo com o clube do Planalto Central e promete ir à Justiça contra o jogador se ele tentar atuar no São Paulo."O contrato de Danilo conosco termina em janeiro. Só que ele foi feito antes da Lei Pelé. Ou seja: seu vínculo com o Goiás não termina apenas com o final do contrato. Temos direito sobre ele e vamos exercê-lo. Ele não irá para o São Paulo. Nesta segunda-feira terá de se apresentar com os demais jogadores do Goiás", avisou o presidente do clube goiano, Raimundo Queiróz.A postura da diretoria do São Paulo será a mesma adotada no caso de Cicinho. "O nosso clube não é uma das partes envolvidas diretamente nestes problemas. Vamos esperar pelas decisões da Justiça", explicou o diretor de futebol são-paulino, Juvenal Juvêncio.

Agencia Estado,

03 de janeiro de 2004 | 17h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.