Dankler usa recesso para lutar pela vaga no Botafogo

Zagueiro botafoguense disputa a titularidade do alvinegro carioca com Dória, Bolívar, André Bahia e Matheus

Agência Estado

25 de junho de 2014 | 19h42

O zagueiro Dankler quer aproveitar os treinamentos intensivos com a pausa para a Copa do Mundo para mostrar serviço e aprimorar força física e fundamentos para entrar de vez na briga por uma vaga entre os 11 titulares no Botafogo.

"Estamos recuperando a parte física e tivemos uns dias de folga que também foram importante para nós, paramos bem. O grupo está fazendo uma boa intertemporada. Para mim é importante por poder estar brigando mais forte para conquistar meu espaço", disse o zagueiro de 22 anos, natural da Bahia.

Após uma temporada longe, enquanto defendia o Vitória, Dankler está perto de completar seu primeiro ano no clube carioca. Ele espera aproveitar a sequência positiva para ajudar o time do técnico Vagner Mancini e, se possível, viver seu melhor momento com a camisa botafoguense.

"Estou me empenhando para que ele (Vagner Mancini) possa saber das minhas qualidades, no que eu posso ser útil para o grupo e no dia a dia estou mostrando meu máximo para, quando a oportunidade aparecer, estar bem tecnicamente e fisicamente também. Estou me condicionando bem para ser o melhor Dankler para o Botafogo quando for preciso", destacou.

Para conseguir uma vaga entre os titulares, o defensor tem que vencer a concorrência com os companheiros Dória, Bolívar, André Bahia, Matheus e Mario Risso. Para Dankler, a disputa é saudável e benéfica, já que é fonte de aprendizado com os mais experientes do elenco.

"É o melhor contato possível, tenho uma boa relação com todos os outros concorrentes. Eles chegam até a mim quando é preciso, quando sinto necessidade também vou até eles, então temos uma boa relação e a busca pelo espaço é bem saudável", analisou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoDanklerBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.