Celio Messias/Divulgação
Celio Messias/Divulgação

Daqui para frente, só com força máxima no São Paulo

Ney Franco garantiu que, a partir de agora, a equipe entra em campo somente com titulares no Paulistão

22 de abril de 2013 | 08h00

SÃO PAULO - O time reserva do São Paulo entrou em campo ontem pela última vez no Paulistão. O técnico Ney Franco já avisou que agora a equipe terá sempre seus principais jogadores até acabar a participação no torneio, mesmo com decisões na Libertadores. "Se a gente tiver a capacidade de chegar à final do campeonato teremos vários jogos seguidos com força máxima. Agora muda o perfil da competição e não se pode dar o luxo de tropeçar. Temos de mobilizar o grupo em relação a isso", afirma.

Ele se refere às duas últimas partidas pelo torneio, quando o São Paulo perdeu para o XV de Piracicaba e Mogi Mirim. Na ocasião, os titulares descansaram para poder enfrentar o Atlético-MG na fase de grupos da Libertadores. "O jogo contra o Penapolense vale uma vaga na semifinal e precisamos mostrar um futebol superior ao das duas últimas partidas pelo Paulistão. Claro que jogamos sem nosso time principal, pois já havíamos garantido a primeira colocação geral, mas agora temos de mostrar mais", diz.

No confronto contra o Penapolense, Ney espera contar inclusive com Luis Fabiano, que acabou sendo cortado de última hora para a partida contra o Mogi Mirim por causa de uma lesão muscular. "Vamos aguardar os treinamentos desta semana para ver como estará. Ele está em tratamento para recuperar logo", conclui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.